A Grande Batalha Yokai (Yôkai daisensô)

Um jovem garoto numa aldeia isolada no interior do Japão moderno é escolhido para se tornar o "cavaleiro Qilin" que simboliza o protector sobrenatural de tudo o que é bom, e descobre que a simbologia é bem mais real do que pensava, pois vê-se transportado para um mundo paralelo onde terá que colocar à prova toda sua coragem lutando contra as forças do mal, sendo ajudado por muitos espíritos e deuses da mitologia japonesa, conhecidos por “Yokai“.

O diretor do filme, Takashi Miike, ficou conhecido por seus filmes com muito sangue, requintes de crueldade e sado-masoquismo, como em "Ichi, o Assassino". Mas dele tudo se pode esperar, pois fez um musical, "The Happiness of the Katakuris"; um filme de Cowboys japonêses "Sukiyaki Western Django"; um de super-herói, "Zebraman" e, é claro, este estranho (para variar) filme para crianças. Em "A Grande Batalha Yokai", todas as criaturas e espíritos, desde o mais agradável até o mais perturbador são baseados em conceitos tradicionais de histórias infantis japonesas, sendo alguns personagens monstruosos e outros pelo menos estranhos. Ao retratar a enorme quantidade de deuses, deusas e espíritos da Terra presentes no folclore do Japão, Miike acaba criando uma estranha versão de filmes para crianças que consegue equilibrar interesse infantil e adulto sem perder seu estilo aliado á efeitos especiais.






  • RSS