Doctor Who - Nono Doutor


Em 2005 finalmente a BBC retornaria com a série "Doctor Who", agora com Christopher Eccleston interpretando o nono Doutor. Tendo o oitavo Doutor de Paul McGann participado da Última Grande Guerra Temporal, o nono Doutor teria essa bagagem emocional e não poderia fazer o estilo galante de McGann. Este seria um Doutor menos excêntrico, mais taciturno, mas sem perder certas características do personagem, especialmente sua energia. Ou seja, havia a preocupação da equipe de produção e na interpretação de Eccleston para que o nono Doutor fosse intencionalmente diferente de seus antecessores.

Entre suas características estavam o seu humor mais sombrio, porém interessante e suas roupas mais simples e sem detalhes insólitos. Uma jaqueta preta ou escura e uma camisa vermelha, verde, azul-marinho ou preta, além de calças escuras e botas pretas.


Parte da adaptação ao século 21, foi sua nova companheira, Rose Tyler, interpretada por Billie Piper, que foi pensada para ser tão independente e corajosa como o próprio Doutor. Seria introduzido também o personagem Jack Harkness, interpretado por John Barrowman, um agente do tempo do século 51. O Doutor, Rose e Jack chegam a formar uma equipe, mas que se separa ao final da temporada. John Barrowman com seu personagem Jack lideraria o elenco do spin-off  "Torchwood" em 2006 e ainda participaria de outras aventuras com o décimo Doutor, David Tennant.



Uma característica marcante introduzida por Eccleston ao personagem foi a de exclamar "fantastic!", o que foi imitado, cada um a sua maneira, pelos seus sucessores David  Tennant, o décimo Doutor e  Matt Smith, o décimo primeiro Doutor.



Ao que parece Eccleston ficou bastante irritado com a forma como a produção tratava o elenco e ainda mais pelas declarações que a BBC deu para sua saída. As afirmações eram de que ele estaria exausto e que não queria ficar marcado pelo papel, mas foram desmentidas por ele. O fato é que nunca mais retornou ao personagem, nem mesmo em áudio dramas, recusando-se a participar do especial de 50 anos da série, quando seria mostrada a regeneração do oitavo Doutor para o seu.



Ecleston trouxe um novo Doutor atualizado para o nosso tempo e terminou sua única, porém importante temporada, consolidando a base para seu substituto David Tennant, o décimo Doutor.

Temporada do nono Doutor

Rose
"O Fim do Mundo" (The End of the World)
"Os Mortos Inquietos" (The Unquiet Dead)
"Os Aliens de Londres" (Aliens of London)
"Terceira Guerra Mundial" (World War Three)
Dalek
"O Jogo Longo" (The Long Game)
"Dia dos Pais" (Father's Day)
"A Criança Vazia" (The Empty Child)
"O Doutor Dança" (The Doctor Dances)
"Cidade Explosiva" (Boom Town)
"Lobo Mau" (Bad Wolf)
"A Separação dos Caminhos" (*The Parting of the Ways)





  • RSS

Doctor Who - Oitavo Doutor


A série Doctor Who havia sido cancelada em 1989 com o sétimo Doutor interpretado por Sylvester McCoy. Apesar disso suas aventuras persistiam em romances e audio dramas, até que em 1996 foi feita a primeira tentativa de retorno, num filme longa metragem para a TV. A ideia inicial era também que funcionasse como piloto para uma nova série de TV. No filme "Doctor Who – O Senhor do Tempo" (Doctor Who - the movie) veríamos então uma nova regeneração e a transformação no oitavo Doutor interpretado por Paul McGann.


Ele trazia uma personalidade mais charmosa e romântica, com uma voz suave e mais gentil para o personagem. Entre momentos de tranquilidade e agitação, demonstrou ser uma figura bastante emotiva. Como seus antecessores, usou roupas vitorianas, compostas de um sobretudo escuro, colete e lenço.


Embora o filme não tenha desencadeado uma nova série de televisão, as aventuras do oitavo Doutor continuaram em vários spin-offs licenciados, como livros, áudio dramas e quadrinhos. Essas histórias duraram de 1996 até a estreia da nova série de televisão em 2005 com um nono Doutor, tornando McGann o Doutor com mais publicações externas à série. Por conta da ressurreição da série de TV em 2005, vários áudio dramas foram transmitidos em rádio em formato editado onde se mostrava que essas aventuras tiveram lugar antes da destruição de Gallifrey como seria descrito na nova série de TV. O oitavo Doutor é a encarnação participante da última grande guerra temporal, que marca o fim de Gallifrey e dos outros Senhores do Tempo o que é mostrado na parte emocional do nono Doutor.


Em 2007, foi ao ar na rádio BBC7 uma nova série de aventuras em áudio do oitavo Doutor, criadas especificamente para transmissão em rádio. Paul McGann continuou retratando o Oitavo Doutor nos vários spinoffs de áudio.



Em 2013 ele retornaria à TV quando seria mostrada no mini episódio "The Night of the Doctor" sua regeneração, mas não para o nono Doutor e sim para o Doutor da Guerra nunca antes conhecido.





Filme do oitavo Doutor

"Doutor Who - o filme" ou "Doctor Who - O Senhor do Tempo" (Doctor Who - the movie)

Mini episódio de 2013, fase do décimo primeiro Doutor

"A Noite do Doutor" (The Night of The Doctor)

  • RSS