Star Wars

Lançado apenas com o título "Star Wars", chegava aos cinemas em maio de 1977 aquele que seria um dos mais cultuados fenômenos cinematográficos mundiais, gerando uma franquia bilionária, que incluía não só novos filmes, mas séries, animações, livros, revistas, brinquedos, games e toda uma sorte de outros produtos licenciados, rendendo ao seu criador, George Lucas, prestígio mundial e muito dinheiro. Por desacreditar naquele filme de ficção científica espacial, a Fox permitiu que Lucas fosse detentor dos direitos, o que lhe garantiu dinheiro para montar suas próprias empresas cinematográficas, dentre elas a Lucasfilm; LucasArts; Lucasfilm Animation; Skywalker Sound; Lucas Licensing; Lucas Online, George Lucas Educational e a Industrial Light & Magic, empresa que revolucionou desenvolvendo tecnologia própria em efeitos especiais.


Os elementos de Star Wars, suas naves espaciais, lasers, batalhas no espaço, jedis, mestres, robôs, duelos de personagens do bem contra o mal com seus sabres de luz, e toda essa mitologia cheia de ícones se perpetuaram na cultura popular e se desenvolveram de forma marcante durante muitas gerações, além, é claro, de terem sido influencia para toda uma vasta série de produções semelhantes.


Não se pode dizer ao certo se, desde o início, Lucas já tinha um começo, um meio e um fim para sua saga, mas é verdade que elementos que apareceriam mais tarde, em suas trilogias, surgiram nos primeiros rascunhos de Lucas. Ele tinha o desejo desde cedo de fazer uma série de filmes, a ponto de negociar com a Fox, de saída, os direitos sobre as continuações. Os três primeiros filmes que iriam compor uma trilogia clássica mostravam um período que seria posteriormente caracterizado por Lucas como sendo episódios 5, 6 e 7 dessa saga.


A TRILOGIA CLÁSSICA


Star Wars - Uma Nova Esperança
Os Jedi foram exterminados e o Império comanda a galáxia com punho de ferro, mas um pequeno grupo de rebeldes ousou desafiá-lo roubando os planos secretos de sua mais poderosa arma, a Estrela da Morte. A princesa Leia, mantida refém pelas forças imperiais sob comando de Darth Vader, consegue enviar um pedido de socorro que chega ás mãos de um simples fazendeiro, Luke Skywalker. Luke tenta então resgatar a princesa e ajudar a enfrentar o Império, contando apenas com a ajuda de Obi-Wan Kenobi, Han Solo, Chewbacca e os dróides R2-D2 e C-3PO.


O subtítulo “Uma Nova Esperança” não constava inicialmente e só foi acrescentado em 1981, depois do lançamento de "O Império Contra-Ataca". Dessa forma, no Brasil o filme foi chamado inicialmente de "Guerra nas estrelas". George Lucas relançou-o com modificações significativas, na edição especial de 1997, no lançamento em dvd de 2004 e no lançamento em blu-ray de 2011. Essas modificações incluíam cenas modificadas, diálogo alterado, sequências re-editadas, trilhas sonoras remixadas e novas cenas, muitas vezes com o uso de computação gráfica. Isso gerou muita controvérsia pela deturpação da obra original.


Star Wars - O Império Contra-Ataca
Após a destruição da Estrela da Morte, as forças do Império continuam a perseguir os rebeldes. Depois que a Rebelião é derrotada no planeta gelado Hoth, Luke viaja para o planeta Dagobah a fim de treinar com o Mestre Jedi Yoda, que se mantém escondido desde a queda da República. Numa tentativa de converter Luke para o lado negro da "força", Darth Vader arma uma cilada para o jovem Skywalker na Cidade das Nuvens de Bespin.


Falando dos conflitos contínuos da Aliança Rebelde contra o Império, depois da destruição total da primeira Estrela da Morte, este segundo filme da franquia e quinto capítulo da saga de George Lucas, recebeu opiniões e resenhas conflitantes, mas ao longo do tempo provou ser um dos filmes mais populares entre fãs e crítica. Embora tenha sofrido menos mudanças, o filme não ficou livre de algumas alterações feitas por Lucas posteriormente em seus relançamentos.


Star Wars - O retorno de Jedi
Um ano após os eventos de "O Império Contra-Ataca", Luke Skywalker precisa libertar seu amigo Han Solo e a Princesa Leia das mãos de Jabba e enfrentar Vader. O Império se prepara para esmagar a Rebelião com uma Estrela da Morte ainda mais poderosa, enquanto a frota rebelde organiza um ataque maciço à estação espacial.


O terceiro filme da trilogia clássica, trazia o que se acreditava ser o fim da saga dos filmes da franquia, e mal se imaginava que até mesmo os Ewoks, meros personagens secundários, teriam seus spin-offs feitos para televisão, além de uma série animada, diversos livros, jogos e brinquedos. Como nos filmes anteriores, neste que seria o sexto capítulo da saga, Lucas também modificou cenas em seus relançamentos.



A TRILOGIA PREQUELA


Star Wars: Episódio I - A Ameaça Fantasma
Ameaça Fantasma ocorre cerca de 32 anos antes de "Uma Nova Esperança", e segue o Mestre Jedi Qui-Gon Jinn e seu padawan Obi-Wan Kenobi, como protetores da Rainha Amidala, na esperança de conseguir um fim pacífico para uma disputa comercial interplanetária de grande escala. Em sua jornada juntam-se a eles Anakin Skywalker simultaneamente com o retorno dos misteriosos Sith.


Lucas começou a produção do primeiro filme da nova trilogia que precedia cronologicamente à trilogia clássica, após considerar que os efeitos especiais haviam avançado o suficiente para o que ela exigiria. Com uso extensivo de computação gráfica, "Ameaça Fantasma" também marcaria o retorno de Lucas na posição de diretor após um hiato de 22 anos desde Star Wars em 1977.



Star Wars Ataque dos Clones - Episódio II
A república encontra-se num período de turbulência. Ameaçada por um movimento separatista, liderado pelo misterioso Conde Dookan (Christopher Lee). A alta cúpula Jedi é aconselhada pelo Chanceler Palpatine a escolher Obi-Wan para cuidar da proteção da senadora Padmé Amidala (Natalie Portman) depois de uma tentativa de assassinato mal sucedida. 


"Ataque dos Clones" mostrava a relação de mestre e aprendiz entre os personagens principais da nova trilogia: Obi-Wan (Ewan McGregor) e Anakin (Hayden Christensen) respectivamente e também o início do romance entre o jovem Jedi Padawan Anakin Skywalker e a ex-rainha, e agora senadora de Naboo, Padmé Amidala.


Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith
As Guerras Clônicas estão em pleno andamento e Anakin Skywalker mantém um elo de lealdade com Palpatine, ao mesmo tempo em que luta para que seu casamento com Padmé Amidala não seja afetado por esta situação. Seduzido por promessas de poder, Anakin se aproxima cada vez mais de Darth Sidious até se tornar o temível Darth Vader. Juntos eles tramam um plano para aniquilar de uma vez por todas com os cavaleiros jedi.


A terceira e última parte da trilogia prequela de Star Wars, recebeu avaliações positivas dos críticos, especialmente em contraste com as críticas menos favoráveis das prequelas anteriores.



NOVA TRILOGIA
E NOVOS FILMES


Star Wars - O Despertar da Força
Décadas após a queda de Darth Vader e do Império, surge uma nova ameaça: a Primeira Ordem, uma organização sombria que busca minar o poder da República e que tem Kylo Ren (Adam Driver), o General Hux (Domhnall Gleeson) e o Líder Supremo Snoke (Andy Serkis) como principais expoentes. Eles conseguem capturar Poe Dameron (Oscar Isaac), um dos principais pilotos da Resistência, que antes de ser preso envia através do pequeno robô BB-8 o mapa de onde vive o mitológico Luke Skywalker (Mark Hamill). Ao fugir pelo deserto, BB-8 encontra a jovem Rey (Daisy Ridley), que vive sozinha catando destroços de naves antigas. Paralelamente, Poe recebe a ajuda de Finn (John Boyega), um stormtrooper que decide abandonar o posto repentinamente. Juntos, eles escapam do domínio da Primeira Ordem.


Desde a década de 80 se especulava uma sequência de Star Wars, e George Lucas chegou a escrever alguns esboços para ela, apesar de negar que iria realizá-la. Mas em 2012, após Lucas vender a Lucasfilm para a The Walt Disney Company, uma nova história seria escrita fora de suas mãos. Agora Michael Arndt faria o tratamento original da história, mais tarde reescrito por Lawrence Kasdan e J. J. Abrams, também diretor e co-produtor da produção. O filme foi bastante aguardado pelos fãs e teve grande resposta do público e crítica.



Rogue One - Uma História Star Wars
Ainda criança, Jyn Erso foi afastada de seu pai, Galen, devido à exigência do diretor Krennic que ele trabalhasse na construção da arma mais poderosa do Império, a Estrela da Morte. Criada por Saw Gerrera, ela teve que aprender a sobreviver por conta própria ao completar 16 anos. Já adulta, Jyn é resgatada da prisão pela Aliança Rebelde, que deseja ter acesso a uma mensagem enviada por seu pai a Gerrera. Com a promessa de liberdade ao término da missão, ela aceita trabalhar ao lado do capitão Cassian Andor e do robô K-2SO. A missão de suas vidas é tentar buscar os planos da Estrela da Morte.


A trama de Rogue One se passava antes de "Uma Nova Esperança" e trazia uma história derivada e sem compromisso em estabelecer relação com continuações, dando assim mais liberdade aos seus criadores. Mesmo não sendo parte de uma nova trilogia, o filme teve boa recepção pelos fãs e críticos e uma grande audiência.


Star Wars - Os Últimos Jedi
Após encontrar o mítico e recluso Luke Skywalker (Mark Hammil) em uma ilha isolada, a jovem Rey (Daisy Ridley) busca entender o balanço da Força a partir dos ensinamentos do mestre jedi. Paralelamente, o Primeiro Império de Kylo Ren (Adam Driver) se reorganiza para enfrentar a Aliança Rebelde.


Dito obscuro e transformador, o filme quebrou com a premissa tradicional do bem e mal traçados como opostos, não só na dupla principal, mas em boa parte dos personagens, transformando-o no menos convencional de toda a franquia. O filme gerou muitas discussões e controvérsias entre os fãs. Enquanto uns chegaram a dizer ser o melhor filme de Star Wars, outros chegaram a manifestar que queriam que fosse retirado da franquia.




____________________








  • RSS