Scooby-Doo!


Criada para a Hanna-Barbera Productions em 1969 por Joe Ruby e Ken Spears e pelo designer de personagens, Iwao Takamoto, a série de desenhos animados "Scooby-Doo Cadê Você?" (Scooby-Doo, Where Are You!) trazia quatro adolescentes - Fred Jones, Daphne Blake, Velma Dinkley e Norville Rogers (o "Shaggy", no Brasil chamado de Salcicha) - e seu cachorro, um Dogue Alemão falante chamado Scooby-Doo, que resolviam mistérios envolvendo criaturas supostamente sobrenaturais.


Inspirada inicialmente na série da Filmation "The Archie Show", o conceito original do que viria a ser "Scooby-Doo, Cadê Você?" era de uma banda de rock com cinco adolescentes que viajava pelo interior se envolvendo em mistérios. Os personagens chegaram a receber os nomes de Geoff, Mike, Kelly, Linda e WW (irmão de Linda). Além é claro de um cão tocador de bongô no grupo chamado "Too Much", descrito como “um grande cachorro peludo que usa máscaras e boné. O primeiro nome a ser pensado para a série foi "The Mysteries Five" e depois "Who's Scared?". Os cinco adolescentes  foram então mudados para quatro: Geoff e Mike se fundiram num personagem chamado Ronnie (que depois seria rebatizado para Fred Jones, nome oriundo de Fred Silverman, o então diretor dos programas diurnos do canal), Kelly virou Daphne Blake, Linda se tornou Velma Dinkley e WW recebeu o novo nome de Norville “Shaggy” Rogers (o "Salsicha"). Linda e WW (agora Velma e Shaggy) não eram mais irmãos. A ideia da banda de rock foi abandonada, e o foco mudado para destacar as interações cômicas dos personagens com os aspectos mais assustadores. Shaggy e Too Much foram trazidos para a frente para dar o tom da comédia. E finalmente o cão foi rebatizado para Scooby-Doo por Fred Silverman, que trouxe o nome ao ouvir a improvisação vocal no final de "Strangers in the Night" de Frank Sinatra: "Scooby dooby doo ..." 


Desde seu início Scooby-Doo foi um grande sucesso internacional e inaugurou um gênero “terrir” que iria influenciar outros desenhos animados com caçadores de fantasmas. A franquia gerada desde então foi enorme, composta por muitas séries de TV produzidas desde 1969, longas animados e até filmes para o cinema com atores reais.

Nota: O personagem foi exibido originalmente pela CBS de 1969 a 1976, quando se mudou para a ABC. E a ABC transmitiu suas produções até um cancelamento em 1986, apresentando um spin-off, "A Pup Named Scooby-Doo,", de 1988 a 1991. Esta nova série focou em Scooby e sua gangue, mas quando crianças. A Hanna-Barbera produziu vários spin-offs e trabalhos relacionados ao personagem até ser absorvida em 1997 pela Warner Bros. Animation, que passou a produzir desde então.



SCOOBY-DOO, CADÊ VOCÊ? (SCOOBY-DOO, WHERE ARE YOU, 1969-71)

"Scooby-Doo, Where Are You!" é a primeira série de Scooby-Doo, tendo estreado em setembro de 1969. A série foi transmitida em episódios de meia hora durante duas temporadas na CBS. Vinte e cinco episódios foram produzidos até 1971.

Nota: Em 1977, episódios foram lançados separadamente buscando um revival de "Scooby-Doo Where Are You", mas após alguns episódios exibidos, sua designação foi mudada e passaram a integrar o programa que exibia Scooby na época, "Scooby's All Stars". Pelos primeiros destes episódios terem sido exibidos inicialmente com o nome "Scooby-Doo Where Are You" e por terem sido formatados como os desenhos dessa época, o total dos 16 episódios foi lançado em dvd no exterior como sendo uma terceira temporada de "Scooby-Doo Where Are You", muito embora tenham sido distribuidos na TV como "The Scooby-Doo Show"



OS NOVOS FILMES DE SCOOBY-DOO (The New Scooby-Doo Movies - 1972-73)

Em 1972, Scooby-Doo ganhou episódios com tempo ampliado para uma hora que foram intitulados "The New Scooby-Doo Movies", onde cada episódio apresentava um convidado diferente ajudando a gangue a resolver os mistérios. Entre os mais notáveis desses artistas convidados estavam os Harlem Globetrotters, os Três Patetas, Don Knotts, Sonny & Cher e Batman & Robin. Hoyt Curtin, diretor musical de Hanna-Barbera, compôs uma nova música tema para esta série, música esta que permaneceu em uso em muitas transmissões de desenhos de Scooby-Doo posteriores. Após duas temporadas, num total de 24 episódios produzidos neste formato "New Movies", a CBS passou a reprisar a série original até 1976, quando Scooby foi levado para a ABC.


FASE "O SHOW DO SCOOBY-DOO" (The Scooby-Doo Show - 1976-78)

Quando o executivo de televisão Fred Silverman se mudou da CBS para a ABC em 1975, levou com ele Scooby-Doo. Scooby estreou sua primeira série no canal em 1976. E apesar do programa passar por diversas mudanças com nomes, padrões e segmentos diferentes, isso tudo incluindo a mescla de reprises com os segmentos, ele foi distribuido com o nome "The Scooby-Doo Show" e é identificado por compreender esse período de 1976 a 1978, anterior a inclusão do personagem Scrappy-Doo (no Brasil chamado de "Scooby-Loo").



O SHOW DE SCOOBY-DOO E O BIONICAO (The Scooby-Doo/Dynomutt Hour)
Essa foi a primeira temporada "Scooby-Doo Show" contando com uma hora no total, tendo 16 novas aventuras de meia hora seguindo o padrão clássico de Scooby-Doo só que incluindo de forma semi-regular um novo personagem, o primo de Scooby, o Scooby-Dum (No Brasil chamado "Scooby-Dão"). A outra metade de hora era preenchida pelo seguimento "Dynomutt, Dog Wonder", um novo desenho Hanna-Barbera com o super-herói "Blue Falcon" (no Brasil o "Falcão Azul") e seu pateta mecânico canino, Dynomutt (no Brasil chamado de "Dinamite, o Bionicão"), sendo que a gangue de Scooby fez aparições em três desses segmentos.

Nota: O nome do programa mudou para "The Scooby-Doo / Dynomutt Show" quando a ABC adicionou uma reprise de "Scooby-Doo, Cadê Você?" para o programa em novembro de 1976.


SCOOBY ALL-STAR LAFF-ALYMPICS - SCOOBY'S ALL STARS - 1977-1979
A temporada seguinte viu a série ser substituída por um novo pacote que contava com duas horas de duração, intitulado “Scooby All-Star Laff-alympics" e compreendia cinco segmentos: "Scooby-Doo Show", "Os Ho-Ho-Límpicos", "Dinamite, o Bionicão", "Capitão Caverna e as Panterinhas" e reprises de "Scooby-Doo, Cadê Você!". Scooby recebeu episódios novos em "Scooby-Doo Show", além de aparecerer junto a Sasicha, Scooby-Dão e a outros diversos personagens de Hanna Barbera nos episódios de Ho-Ho-Límpicos, com sua equipe "Scooby Doobies" (no Brasil chamada de "Super Assombrados").


Em 1977, Joe Ruby e Ken Spears saíram da Hanna Barbera para criarem seu próprio estúdio, a Ruby-Spears Productions. E na temporada seguinte de 1978-79, o segmento exclusivo de "Bionicão", que misturava reprises e quatro novos episódios criados para o personagem, foi descartado juntamente com as reprises de "Scooby-Doo, Where Are You?". "Capitão Caverna" teve seu tempo dobrado e o nome de todo o programa foi alterado para "Scooby’s All Stars" com a duração total reduzida para 90 minutos.

Durante esta fase, novos episódios de Scooby foram feitos, tendo os primeiros sido exibidos separadamente sob o nome "Scooby-Doo, Where Are You?" numa espécie de tentativa de revival e como sendo o início de uma terceira temporada de "Scooby-Doo, Cadê Você!", porém a ideia foi mudada e o total destes novos episódios passou a ser exibido no bloco de "Scooby's All Stars" e posteriormente apenas como "Scooby-Doo Show".




SCOOBY-DOO E SCOOBY-LOO (The Scooby-Doo and Scrappy-Doo Show - 1979-80)

Apesar de manter seus fãs e talvez pela saída de Joe Ruby e Ken Spears na formulação de novas ideias e personagens para o programa, a audiência já não era mais a mesma. A antiga fórmula de Scooby-Doo parecia estar ficando desgastada para os funcionários da Hanna Barbera, tanto que em 1979 foi exibido pela ABC um especial de TV que fazia alusão ao final da série numa paródia musical de Scooby-Doo e de Hollywood em geral, intitulado "Scooby Goes Hollywood". Dessa forma, grandes mudanças foram pensadas para a temporada de 1979-80. A principal era a chegada de um novo personagem ao elenco, Scrappy-Doo (no Brasil chamado de Scooby-Loo), sobrinho de Scooby-Doo. O nome do programa passaria então a ser "Scooby-Doo and Scrappy-Doo" e os personagens de Fred, Daphne e Velma se tornariam menos essenciais para o enredo, mantendo assim o foco em Salsicha, Scooby e Scooby-Loo. O novo programa foi um sucesso e a inclusão do personagem de Scooby-Loo alcançou seu objetivo, fazendo com que a série ganhasse grande audiência.

Nota: O personagem "Scrappy-Doo" foi criado por Joseph Barbera e desenvolvido pelo escritor Mark Evanier, que reconheceu que sua personalidade foi muito baseada no personagem da Looney Tunes, Henery Hawk (No Brasil "Chiquinho Gavião"). Mas a ideia do personagem, na verdade, pode não ter sido tão nova para a série quanto parece. Ela tem semelhança com uma ideia inicial de Ruby e Spears para um cachorrinho mal-humorado, que foi uma das primeiras ideias para o próprio personagem Scooby-Doo, mas que por fim deu lugar a ideia do cão grande e medroso.



RIQUINHO / SCOOBY-DOO E SCOOBY-LOO (The Richie Rich / Scooby-Doo Show - 1980-1982)

Em 1980 a ABC estreou Richie Rich (no Brasil "Riquinho") nas manhãs de sábado, unindo seus segmentos com segmentos de "Scooby-Doo e Scooby-Loo", formando assim um pacote chamado de "The Richie Rich / Scooby-Doo Show". Os segmentos de Scooby que agora se tornavam conceitualmente secundários, passaram também por certa mudança. Daphne, Velma e Fred foram totalmente descartados, deixando apenas Salsicha, Scooby e Scooby-Loo no elenco. No programa, o trio teve aventuras de 7 minutos viajando ao redor do mundo. Nenhuma dessas mudanças parece ter prejudicado a audiência, muito pelo contrário. O programa exibido nesse formato foi renovado para uma segunda temporada contabilizando para a série o total de 60 episódios.




SCOOBY-DOO E SCOOBY-LOO / AS AVENTURAS DE PUPPY (The Scooby & Scrappy Doo/Puppy Hour - 1982)

Em 1982 estreou na ABC um novo bloco com uma hora de animações produzido pela Hanna-Barbera Productions em associação com a Ruby-Spears Enterprises. A primeira meia hora do programa trazia um episódio em novo formato "Scrappy & Yabba-Doo" de 7 minutos entre dois episódios de "Scooby-Doo and Scrappy-Doo" também de 7 minutos cada, seguidos por um episódio de 30 minutos de "The Puppy's New Adventures" sobre um filhote de cachorro chamado Petey e seu amigo Dolly, posteriormente chamado de "The Puppy's Further Adventures" (no Brasil "As Aventuras de Puppy"). Os episódios de "Scrappy & Yabba-Doo" foram destinados especialmente a Scooby-Loo, e foram introduzidos os personagens Yabba-Doo (irmão do Scooby) e o o xerife Dusty (dono de Yabba) que o acompanhavam, substituindo Scooby e Salcinha nas aventuras.

Nota: Os segmentos relacionados a Scooby e Scooby-Loo, apesar de escritos, encenados e dublados pelos estúdios Hanna-Barbera, foram animados e editados por Ruby-Spears.



O NOVO SHOW DO SCOOBY-DOO E DO SCOOBY-LOO (The New Scooby-Doo and Scrappy-Doo Show - 1983-84)

Após tantas mudanças já ocorridas no formato, em 1983, Scooby-Doo buscaria retornar um pouco mais a sua forma tradicional. Isso significou retornar ao formato de mistério, bem como o retorno de Daphne para se juntar a Scooby, Salcicha e Scooby-Loo. Agora os três e Daphne trabalhavam juntos como repórteres de uma revista investigando casos de fantasmas falsos e ocasionalmente reais. Cada episódio consistia em duas histórias de 11 minutos, totalizando 13 episódios (26 segmentos).



O NOVO SHOW DO SCOOBY-DOO E DO SCOOBY-LOO - 2ª TEMPORADA (The New Scooby-Doo Mysteries - 1984-85)

Em 1984 a série seguiu com o formato anterior em mais treze episódios, mas com outro nome e nova abertura. A agora "The New Scooby-Doo Mysteries" ganhou uma nova música tema interpretada por zumbis e outros monstros dançando (clara homenagem à música "Thriller" de Michael Jackson que fazia extremo sucesso na época). Outro ponto importante a ressaltar é que os personagens de Velma e Fred, ambos ausentes da série por cinco anos, reaparecem em seis episódios (de dois segmentos cada).



OS 13 FANTASMAS DE SCOOBY-DOO (The 13 Ghosts of Scooby-Doo - 1985-86)

Em 1985, novos treze episódios foram concebidos, mas como um arco de histórias em sequência trazendo dois novos personagens. Na trama, Scooby e Salsicha eram enganados por fantasmas para abrir um baú de demônios e com o auxílio de Daphne, Scooby-Loo, o menino órfão Flim Flam e o bruxo Vincent Van Ghoul (no Brasil "Vincent Van Doido"), buscavam juntos a cada episódio devolver os 13 demônios ao baú.

Nota: Em 2019, foi lançado um longa intitulado "Scooby-Doo! and the Curse of the 13th Ghost" que brinca com esta série e o fato de que o décimo terceiro demônio nunca foi capturado. 



O PEQUENO SCOOBY-DOO (A Pup Named Scooby-Doo - 1988-91)

Em 1988 uma espécie de spin-off / prequela de "Scooby-Doo, Cadê Você?" foi criada por Tom Ruegger e atravessou três temporadas na ABC com um programa de meia hora que trazia a turma de Scooby como crianças. A série usava a mesma fórmula básica de 1969: a gangue (referida neste programa como a "Agência de Detetives Scooby-Doo") resolvia mistérios baseados no sobrenatural, onde os vilões sempre eram revelados como bandidos em máscaras e fantasias. A principal diferença era o tom da série, construido mais em cima do humor e trazendo uma versão mais maluca e cômica do Scooby-Doo e sua turma. Fred, Velma e Daphne ganharam um tom de paródia de suas versões na idade adulta e eram comuns coisas como danças inseridas nas sequências de perseguição ao som de rock e monstros mais cômicos, como por exemplo, uma criatura feita de queijo derretido ou um skatista sem cabeça. 



O QUE HÁ DE NOVO, SCOOBY-DOO? (What's New Scooby-Doo? - 2002-06)

Em 2002 era exibida a série "What's New Scooby-Doo?", um tipo de revival de "Scooby-Doo, Where Are You!", mas atualizada para o século XXI. A série seguia a fórmula original da resolução de mistérios, com a gangue clássica encontrando monstros que invariavelmente se transformam em pessoas disfarçadas, mas a maioria das histórias trazia uma tentativa de modernizar o universo Scooby, introduzindo tramas destacando tendências e tecnologias modernas, como a inclusão da Internet.




SALCICHA E SCOOBY ATRÁS DAS PISTAS (Shaggy and Scooby-Doo Get a Clue - 2006-08)

Produzida pela Warner Bros. Animation, estreou em setembro de 2006 na CW a última série de desenhos animados produzida pelo co-criador, Joseph Barbera, "Shaggy and Scooby-Doo Get a Clue". A trama da série gira em torno de um tio incrivelmente rico de Salcicha, Albert Shaggleford, que desaparece e o nomeia seu único herdeiro. Mas o que eles descobrem é que seu tio era também um grande inventor e tinha um grande inimigo. Além disso uma de suas fórmulas ultra-secretas foi misturada aos biscoitos Scooby, causando uma série de efeitos colaterais para o dia-a-dia ao serem comidos. Com bastante dinheiro, a Máquina Mistério atualizada, a ajuda do fiel robô Robi e de biscoitos especiais, Salcicha e Scooby devem parar os planos do vilão Phineas Phibes e salvar o mundo.



SCOOBY-DOO! MISTÉRIO S/A (Scooby-Doo! Mystery Incorporated - 2010-13)

Produzido pela Warner Bros. Animation, "Scooby-Doo! Mystery Incorporated estreou no Cartoon Network em abril de 2010. Na trama, os quatro adolescentes curiosos e seu mascote canino vivem em uma pequena cidade chamada Crystal Cove onde a geração mais velha usa a longa história da cidade sobre fantasmas e monstros para atrair turistas, mesmo que isso signifique esconder a verdade e colocar todos em perigo, o que leva a conflitos entre a turma de Scooby e os mais velhos.



QUE LEGAL, SCOOBY-DOO! (Be Cool, Scooby-Doo! - 2015-18)

A série foi ao ar no Cartoon Network e Boomerang em outubro de 2015 e trouxe de volta novas aventuras com a gangue Scooby mas com um toque cômico moderno. Na trama, a turma pega a estrada na Máquina Mistério em busca de diversão e aventura, mas monstros e caos continuam atrapalhando.




CURTAS, MÉDIAS E LONGAS LANÇADOS SEPARADAMENTE

Scooby-Doo: Behind the Scenes (1998)
Uma série de curtas exibida pelo canal Cartoon Network que dava informações sobre os bastidores de como a Mystery Inc. se formou, e os antecedentes de cada membro da gangue Scooby. Há oito curtas no total, cada um com aproximadamente um minuto de duração.

The Scooby-Doo Project (1999)
Misturando cenas reais e animação, esse especial de Halloween que foi ao ar durante a maratona "Cartoon Network's Scooby-Doo, Where Are You!" em outubro de 1999. Composto de pequenos segmentos que após a maratona foram reaproveitados, unindo-os e adicionado um final estendido. As sequências parodiavam o cultuado filme de terror da época, "A Bruxa de Blair" (The Blair Witch Project), inserindo os personagens da franquia Scooby-Doo nesse contexto.

Night of the Living Doo (2001)
Como no caso de "The Scooby-Doo Project", "Night of the Living Doo" também foi um especial de Halloween composto de pequenos segmentos transmitidos durante intervalos comerciais de uma "maratona Scooby" em 2001, e após a maratona, foi também transmitido na íntegra. O especial parodiava a série de 1972 "The New Scooby-Doo Movies" e a franquia em geral, com convidados improváveis ​​e seguindo um estilo retrô.

Scooby-Doo - Jogos Assombrados (Scooby-Doo! Spooky Games, 2012)
Lançado no DVD "Scooby-Doo! Laff A Lympics: Spooky Games" juntamente com episódios de Ho-Ho-Límpicos.

Scooby-Doo! Natal Assombrado (Scooby-Doo! Haunted Holidays, 2012)
Lançado no DVD "Scooby-Doo! 13 Spooky Tales: Holiday Chills and Thrills"

Scooby-Doo e o Espantalho Sinistro (Scooby-Doo and the Spooky Scarecrow, 2013)
Lançado no DVD "Scooby-Doo! 13 Spooky Tales: Run for Your Rife!"

Scooby-Doo! A Ameaça do Meca-Chorro (Scooby-Doo! Mecha Mutt Menace, 2013)
Lançado no DVD "Scooby-Doo! 13 Spooky Tales: Ruh-Roh Robot"

Scooby-Doo! Gol de Fantasma (Scooby-Doo! Ghastly Goals, 2014)
Lançado no DVD "Scooby-Doo! 13 Spooky Tales: Field of Screams", no Brasil "Scooby-Doo! e o Mistério em Campo" e "Scooby-Doo e a Copa do Mundo"

Scooby-Doo e o Monstro da Praia (Scooby-Doo and the Beach Beastie, 2015)
Lançado no DVD "Scooby-Doo! 13 Spooky Tales: Surf's Up Scooby-Doo"

LEGO Scooby-Doo: Knight Time Terror (2015)
Lançado no DVD "LEGO Scooby-Doo: Haunted Hollywood". Animação com os personagens em estilo LEGO.

_____________________


Scooby-Doo em Hollywood (Scooby-Doo Goes Hollywood, 1979)

Scooby-Doo e os Irmãos Boo (Scooby-Doo Meets the Boo Brothers, 1987)

Scooby-Doo e a Escola Assombrada (Scooby-Doo and the Ghoul School, 1988)

Scooby-Doo e o Lobisomem (Scooby-Doo and the Reluctant Werewolf, 1988)

Scooby-Doo em uma Noite nas Arábias (Scooby-Doo in Arabian Nights, 1994)

Scooby-Doo na Ilha dos Zumbis (Scooby-Doo on Zombie Island, 1998)

Scooby-Doo e o Fantasma da Bruxa (Scooby-Doo and the Witch's Ghost, 1999)
Lançado em DVD no Brasil como "Scooby-Doo e a Bruxa Fantasma"

Scooby-Doo e os Invasores Alienígenas (Scooby-Doo and the Alien Invaders, 2000)

Scooby-Doo e a Perseguição Cibernética (Scooby-Doo and the Cyber Chase, 2001)
Lançado em DVD no Brasil como "Scooby-Doo e a Caçada Virtual"

Scooby-Doo! Monstros da Neve (Scooby-Doo! Winter Wonderdog, 2002)

Scooby-Doo e a Lenda do Vampiro (Scooby-Doo! And the Legend of the Vampire, 2003)

Scooby-Doo e o Monstro do México (Scooby-Doo! and the Monster of Mexico, 2003)

Scooby-Doo e o Monstro do Lago Ness (Scooby-Doo and the Loch Ness Monster, 2004)

Oi, Scooby-Doo! (Aloha, Scooby-Doo!, 2005)

Scooby-Doo em Cadê a Minha Múmia? (Scooby-Doo in Where's My Mummy?, 2006)

Scooby-Doo! Piratas à Vista (Scooby-Doo! Pirates Ahoy!, 2006)
Lançado em DVD no Brasil como "Scooby-Doo! Piratas a Bordo"

Scooby-Doo e o Abominável Homem das Neves (Chill Out, Scooby-Doo!, 2007)

Scooby-Doo e o Rei dos Duendes (Scooby-Doo and the Goblin King, 2008) 

Scooby-Doo e a Espada do Samurai (Scooby-Doo! And the Samurai Sword, 2009) 

Scooby-Doo! Abracadabra-Doo (2010)

Scooby-Doo! Verão Assombrado (Scooby-Doo! Camp Scare, 2010)
Lançado em DVD no Brasil como "Acampamento Assustador"

Scooby-Doo! A Lenda do Fantasmossauro (Scooby-Doo! Legend of the Phantosaur, 2011)

Scooby-Doo! Música de Vampiro (Scooby-Doo! Music of the Vampire, 2012) 

Scooby-Doo! Estrela do Circo (Big Top Scooby-Doo!, 2012)
Na TV a cabo chamou-se "A Tenda de Circo de Scooby-Doo"

As Aventuras de Scooby: O Mapa Misterioso (Scooby-Doo! Adventures: The Mystery Map, 2013)
Produzido com os personagens como bonecos

Scooby-Doo - A Máscara do Falcão Azul (Scooby-Doo! Mask of the Blue Falcon, 2013)

Scooby-Doo! Medo de Palco (Scooby-Doo! Stage Fright, 2013)
Lançado em DVD no Brasil como"Scooby-Doo e o Fantasma da Ópera"

Scooby-Doo: Mistério na Lutamania (Scooby-Doo! WrestleMania Mystery 2014)

Scooby-Doo! e a Maldição do Frankenstein (Scooby-Doo! Frankencreepy, 2014)

Scooby-Doo: Loucura do Monstro da Lua (Scooby-Doo! Moon Monster Madness, 2015)

Scooby-Doo e Kiss: O Mistério do Rock and Roll (Scooby-Doo! And Kiss: Rock and Roll Mystery, 2015)
Lançado em DVD no Brasil como "Scooby-Doo Encontra o Kiss"

Scooby-Doo e WWE: A Maldição do Demônio Veloz (Scooby-Doo! and WWE: Curse of the Speed Demon, 2016)

Scooby-Doo! E o Combate do Salsicha (Scooby-Doo! Shaggy's Showdown, 2017)

Scooby-Doo & Batman: Os Bravos e Destemidos (Scooby-Doo & Batman: The Brave and the Bold, 2018)

Scooby-Doo e o Fantasma Gourmet (Scooby-Doo! and the Gourmet Ghost, 2018)

Scooby-Doo e a Maldição do 13º Fantasma (Scooby-Doo! and the Curse of the 13th Ghost, 2019) 

LEGO Scooby-Doo! Hollywood Assombrada (Lego Scooby-Doo!: Haunted Hollywood, 2016)
Animação com os personagens em estilo LEGO.

LEGO Scooby-Doo!: O Golpe da Praia (Lego Scooby-Doo! Blowout Beach Bash, 2017)
Animação com os personagens em estilo LEGO.

Scooby-Doo!: O Filme (Scooby-Doo, 2002)
Longa live action produzido para cinema

Scooby-Doo 2: Monstros à Solta  (Scooby-Doo 2: Monsters Unleashed, 2003)
Longa live action produzido para cinema

Scooby-Doo! O Mistério Começa (Scooby-Doo! The Mystery Begins, 2009)
Longa live action produzido para TV

Scooby-Doo e a Maldição do Monstro do Lago (Scooby-Doo! Curse of the Lake Monster, 2010)
Longa live action produzido para TV


____________________________________











  • RSS

ÚLTIMAS POSTAGENS

Recent Posts Widget